Açores

Açores têm 45.800 empregados nas áreas públicas e da animação

Em 2016, havia 232 milhões de pessoas empregadas na União Europeia (UE), sendo que a maior parte (29,7%) estava a trabalhar na administração pública, artes e entretenimento, anunciou o organismo da estatística europeia Eurostat.

Um cenário que se verifica também na Madeira e nos Açores. Já em Portugal continental, quem reside no norte é provável que trabalhe na indústria, no Alentejo em agricultura e no sul no comércio, alojamento ou restauração.

Por referência a estes dados de 2016, segundo o Eurostat, os Açores, como as demais RUP’s, estão especializados em empregos da área da administração e serviços públicos, artes e entretenimento, excepto as Canárias, que evidenciam uma especialização nos empregos na área do comércio e do turismo.

Os números compilados pelo Eurostat apontam, em 2016, 107.770 postos de trabalho nos Açores e 108.520 na Madeira. Na sua distribuição, os Açores têm 45.800 nas áreas públicas e da animação, contra os 38.800 da Madeira. A Madeira evidencia-se ainda no comércio e turismo com 35.410, contra os 26.220 dos Açores.

No sector primário, os 13.140 dos Açores comparam com os 10.150 da Madeira. Ou seja, os Açores e a Madeira dependem fortemente do emprego público que suplanta largamente o emprego em qualquer outro sector de actividade. E esta situação só é possível com um volume considerável de transferências do exterior.

Europeus virados para o comércio e transportes

Os dados do Eurostat permitem concluir, por exemplo, que há muitos europeus (27,7%) a trabalhar em actividades de comércio, transportes, alojamento e alimentação e informação e comunicação.

É assim, por exemplo, no Algarve. Seguem-se as actividades na área financeira e de seguros, imobiliário, profissional, científica e técnica, administrativas e de serviços de apoio, um sector que empregava 16,4% dos trabalhadores na UE em 2016.

A nível nacional, esta é, de resto, a área que se destaca em Lisboa.


Autor(a):
Fonte: Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close