Açores

81% das empresas açorianas mantêm-se em funcionamento

O SREA (Serviço Regional de Estatística dos Açores) acaba de divulgar a primeira informação sobre o inquérito excepcional às empresas no âmbito da pandemia Covid-19, realizado nos Açores.

Os resultados da 1.ª semana de inquirição (6 a 10 de Abril de 2020), indicam que 81% das empresas açorianas que responderam ao inquérito mantêm-se em produção ou funcionamento, mesmo que parcialmente.

19% encerradas

Cerca de 19% das empresas encontravam-se temporariamente encerradas, enquanto nenhuma tinha encerrado definitivamente. A nível nacional, as percentagens são 82% e 16%, respectivamente.

Redução de volume de negócios em 70% das empresas

Das empresas, com sede na Região Autónoma dos Açores, que responderam ao inquérito 70% referiram que sofreram uma redução no Volume de Negócios, tendo 14% respondido que verificaram um aumento e 16% afirmado que o actual estado de Pandemia não teve qualquer impacto no volume de negócios.

A nível nacional, 80% declararam redução enquanto 15% afirmaram ausência de impacto.

Ausência de encomendas/clientes

Quanto aos motivos com “muito impacto” na redução do volume de negócios, 64% das empresas respondentes referiram a ausência de encomendas/ clientes, 24% indicaram problemas na cadeia de fornecimento e apenas 6% restrições do estado de emergência.

Redução de pessoal em 59% das empresas

Das empresas que responderam, 39% afirmaram que a pandemia COVID-19 não teve qualquer impacto no número de pessoas ao serviço (NPS), 59% responderam que ocorreu uma redução e 2% um aumento.

A nível nacional 61% assinalaram uma redução e 38% referiram não ter havido impacto.

Primeiro Inquérito Rápido Excepcional

O SREA explica que as autoridades estatísticas nacionais (Instituto Nacional de Estatística e Banco de Portugal), tendo em conta a actual situação de pandemia COVID-19, tiveram a iniciativa de realizar um Inquérito Rápido e Excecional às Empresas (COVID-IREE), dirigido a uma amostra de empresas de todo o país, no qual foram incluídas 81 com sede na Região Autónoma dos Açores.

O SREA, como autoridade estatística regional, e delegação do INE para as estatísticas de âmbito nacional, coordenou a recolha de informação na Região.

Nos Açores, a taxa de resposta global na referida semana foi de 65,4%, representando 80,4% do pessoal ao serviço (NPS) e 68,5% do volume de negócios (VVN) das empresas da amostra.

Estas percentagens foram superiores às verificadas no conjunto do país (54% na taxa de resposta global, representando 54% do NPS e 65% do VVN da amostra).

Note-se que o inquérito na sua génese teve como objetivo apurar dados para o país, não estando desenhado para apuramentos ao nível de Região, sendo os resultados apresentados referentes apenas às respostas obtidas, sem qualquer extrapolação.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close