Açores

10 postos de venda nos Açores para criptomoedas

A “Pagaqui”, empresa portuguesa do sector dos pagamentos, acaba de disponibilizar um novo serviço de venda de criptomoedas, nos mais de 3 mil pontos de venda situados em todo o país, incluindo os dez situados nos Açores, anunciou a empresa em nota enviada ao nosso jornal.

Através da parceria com a Bitnovo, startup espanhola que tem como objectivo facilitar o acesso à compra de criptomoedas existentes no mercado e uma das empresas mais competitivas a nível europeu, a “Pagaqui” irá disponibilizar vouchers da Bitnovo para comprar criptomoedas como a Bitcoin, Ethereum, a Dash, etc.

“A constante mudança do paradigma tecnológico de que somos alvos diariamente, cria na “Pagaqui” a necessidade de responder, cada vez mais rápido e de melhor forma ao perfil dos nossos utilizadores.

O mercado das criptomoedas é para nós um desafio muito importante e fulcral para o crescimento da empresa. Através de uma forma fácil, rápida e segura, os utilizadores “Pagaqui” poderão comprar criptomoedas através de vouchers disponíveis nos nossos pontos de norte a sul do país. Estamos, assim, a facilitar o acesso às criptomoedas, de forma inovadora em Portugal”, adianta João Barros, CEO da “Pagaqui”.

A “Pagaqui” disponibiliza vouchers entre 20 e 250 euros. Após a compra do voucher, o utilizador terá de instalar a aplicação da Bitnovo, a Bitnovo – Crypto Wallet ou aceder ao site, para inserir o código do cartão-presente de modo a converter o valor para a criptomoeda seleccionada.

A “Pagaqui” é uma empresa portuguesa que actua no sector de pagamentos e que iniciou actividade em 2014. Actualmente, conta com uma rede de mais de 3000 agentes de norte a sul do país, incluindo ilhas, e com uma variada oferta de serviços.

No âmbito da sua actuação, lançou, em 2018, o serviço de Acquiring de cartões bancários dos scheme’s internacionais VISA e Mastercard, pretendendo criar uma rede de terminais de pagamento automático (físico ou virtu- al) de âmbito nacional e ainda em 2019 irá lançar a carteira digital ‘Qui’.

Uma criptomoeda é um meio de troca, podendo ser centralizado ou descentralizado, que se utiliza da tecnologia de blockchain e da criptografia para assegurar a validade das transacções e a criação de novas unidades da moeda.

O Bitcoin, a primeira criptomoeda descentralizada, foi criado em 2009. Desde então, muitas outras criptomoedas foram criadas. Mais recentemente, tem-se assistido a um fenómeno de explosão de inúmeros tokens que têm sido criados com base no protocolo do Ethereum, principalmente após a onda massiva de Ofertas Iniciais de Moedas (usualmente referida como ICO, do inglês Initial Coin Offering) que ocorreu em 2017.

Ao contrário de sistemas bancários centralizados, grande parte das criptomoedas usam um sistema de controle descentralizado com base na tecnologia de blockchain, que é um tipo de livro-registo distribuído e operado numa rede ponto-a-ponto (peer-to-peer) de milhares computadores, onde todos possuem uma cópia igual de todo o histórico de transacções, impedindo que uma entidade central promova alterações no registo ou no software unilateralmente sem ser excluída da rede.

Diário dos Açores

Redes Sociais - Comentários

Fonte
Diário dos Açores
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

VOTE JÁ

Faça a sua nomeação

Close
Close