África

Moçambique: Alice Mabota teme pela sua segurança

 

A candidata às eleições presidências de Moçambique, Alice Mabota, denunciou, hoje, que está a ser vigiada por supostos agentes da Segurança do Estado. Para confirmar a denúncia ora feita, a antiga presidente da Liga Moçambicana dos Direitos Humanos, Alice Mabota enviou para o “Milénio Stadium” imagens dos supostos agentes da Segurança do Estado que a vigiam dia e noite. 

Em declarações exclusivas ao site “Milénio Stadium”, Alice Mabota disse que teme pela sua vida. “Esses dois vigiam-me todos os dias.  São policias à paisana, um deles é da Casa Militar. Se aparecer morta, eles são os autores. Os vizinhos veem-nos a rondar a minha casa todos os dias. Neste momento estão na barraca, frente ao meu escritório. Foi assim que os que apareceram mortos foram controlados. Refiro-me, por exemplo, aos jornalistas Carlos Cardoso, Siba Sina, Gil Sistec e outros”, recordou. 

Alice Mabota no passado dia 15 de Julho a sua candidatura à Presidência da República, nas eleições gerais que se realizam a 15 de Dezembro. A formalização foi feita através da Coligação Aliança Democrática (CAD) que, desta forma, avança com a primeira mulher à Chefia do Estado.

Na sua intervenção, Alice Mabota diz que aceitou o desafio, que “sente algum medo” mas que os desafios que o país enfrenta falaram mais alto.“Sei que sou pequena, sei que vou enfrentar pedrinhas, pedras e pedregulhos, mas a vontade de mudar o rumo do país, recolocá-lo no percurso do progresso é muito mais forte que não me permite desistir”, afirmou Mabota, acrescentando que “esperava que outros cidadãos assumissem o desafio e concorressem em alternativa aos candidatos dominantes na nossa política”.

Frente à falta de alternativas, a activista disse ter decidido dar o passo “porque os nossos jovens, as nossas crianças, as nossas mulheres, os homens deste país merecem melhor”, conclui.

Para as eleições de 15 de Outubro são já conhecidas também as candidaturas de Filipe Nyusi (Frelimo), Ossufo Momade (Renamo), Daviz Simango (MDM), Hélder Mendonça (Podemos).

 

 


Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close