África

Isabel dos Santos diz que sempre agiu dentro da lei

A empresária angolana Isabel dos Santos, sobre quem recaem suspeitas de ter desviado fundos públicos, voltou a negar as acusações reveladas nos documentos “Luanda Leaks”.

A empresária sublinha que as alegações de que está a ser alvo “são enganosas e falsas” e garante que vai procurar clarificá-las .”Sempre agi dentro da lei e todas as minhas transações foram aprovadas por advogados, bancos, auditores e reguladores”, pode ler-se num novo documento enviado esta quinta-feira às redações através de uma agência de relações públicas londrina.

O Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação revelou, no domingo, uma investigação sobre a filha do ex-presidente angolano, acusando-a de desvio de dinheiros públicos no valor de mil milhões de euros, apontando casos concretos de alegadas transferências por parte da petrolífera angolana Sonangol, quando a empresária era administradora.

A procuradoria-geral da República angolana anunciou, na quarta-feira, que constituiu Isabel dos Santos arguida e admitiu emitir um mandado de captura internacional, caso não fosse possível notificá-la.

Jornal de Notícias

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close