Importação do Queijo de São Jorge para o Canadá

Views: 12

O CDS quer que o Governo da República, junto das autoridades do Canadá, agilize procedimentos para que se aumente a quota de importação do Queijo de São Jorge para aquele país da América do Norte.

O Grupo Parlamentar dos populares na Assembleia da República, “depois de um estreito trabalho de colaboração e articulação com a Comissão Política da Ilha de São Jorge do CDS-PP”, entregou, no Parlamento, um projecto de resolução que “recomenda ao Governo que actue junto das autoridades do Canadá no sentido de agilizar os procedimentos necessários ao aumento da quota de importação prevista no CETA” (Acordo Económico e Comercial Global entre a União Europeia e o Canadá).

Os parlamentares nacionais e os dirigentes de ilha do CDS sublinham, no documento, que “o Queijo São Jorge DOP é um dos 140 produtos com qualificação comunitária que é reconhecido pelo acordo, sendo já significativo para a sua comercialização”, apesar de “tanto os produtores açorianos como os operadores canadianos garantirem que o volume de exportação poderia atingir o dobro, tem havido dificuldade, junto das autoridades do Canadá, em conseguir aumentar a quota de importação prevista no CETA”.

O CDS-PP afirma ainda que “qualquer estratégia que envolva produtos agroalimentares açorianos depende muito da sua comercialização exterior, quer pela afirmação dos mercados existentes quer pela permanente procura de novos mercados”, facto já firmado “na protecção conferida, em Abril passado, ao Queijo São Jorge

DOP, no âmbito do novo acordo comercial entre a União Europeia e o México e as recentes campanhas de promoção do produto a nível nacional, bem como a aposta na sua exportação para vários países europeus e para a Arábia Saudita e China, a consolidação de exportação para Macau, Moçambique e Angola, e a aposta nos mercados dos Estados Unidos da América do Norte e Canadá, este último através do CETA”.

O CDS refere ainda que a recomendação feita agora ao Governo da República, “aproveita” uma outra Resolução da Assembleia da República que “recomendou ao Governo que estabelecesse, conjuntamente com o Governo da Região Autónoma dos Açores e os parceiros sociais do sector, um plano de internacionalização dos produtos agroalimentares açorianos, e que promova a integração das indústrias açorianas no âmbito das missões diplomáticas e ou empresariais sempre que estejam em causa interesses para o setor agroalimentar dos Açores”,

O partido finaliza, referindo que “o Queijo São Jorge DOP é um produto com marca e com história, premiado nacional e internacionalmente” e porque “o CDS-PP considera ser fundamental valorizar e promover os produtos açorianos, nomeadamente o Queijo São Jorge DOP, por ser um queijo diferenciador e de excelência”.

 

Source:Diário dos Açores/MS
Comments: 0

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.